Início Internacional Esteve a um passo do Benfica e atira: “Covid-19 nasceu em laboratório”

Esteve a um passo do Benfica e atira: “Covid-19 nasceu em laboratório”

841
0

Mattia Perin esteve muito perto de assinar pelo Benfica, no início da época passada, mas acabou por chumbar nos exames médicos, devido a uma lesão crónica no ombro. O guarda-redes, de 27 anos, foi um dos 22 elementos do Génova a ficar infetado com COVID-19 e assumiu que teme eventuais sequelas.

Em entrevista concedida ao jornal italiano La Repubblica, Perin não tem dúvidas de que houve “mão humana” na doença que está a devastar o mundo: “Continuo convencido de que tudo isto nasceu num laboratório, e não partiu de transmissão animal. Nós, os atletas, somos todos um pouco hipocondríacos”.

“O corpo é o nosso instrumento de trabalho e tentamos sempre tratá-lo na perfeição. Mas uma doença é diferente de uma lesão. Isto é diferente de tudo o resto. É traiçoeiro, como um inimigo desconhecido”.

Itália tem registado números muito “negros” em relação à segunda vaga da pandemia – 381 602 casos no total, 245 964 recuperados e 36 372 mortes. No dia de ontem registou mais 8803 casos positivos e 83 mortes.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here