Início Outros Modric e Sterling rendidos a Taarabt

Modric e Sterling rendidos a Taarabt

317
0
COMPARTILHE

Durante muito tempo, Adel Taarabt foi uma verdadeira incógnita no Benfica. Contratado pelos encarnados em 2015, foram precisos quase quatro anos para que ele se estreasse oficialmente com a camisola principal do Benfica.

Depois de anos entre equipa B, raramente utilizado, e dois empréstimos ao Génova, também pouco sucedidos, só com Bruno Lage, o jogador foi aposta, na parte final da temporada passada.

Inicialmente para ser suplente utilizado e, no momento, o craque até já foi titular e, inclusive, foi eleito melhor jogador em campo. Aos 30 anos, finalmente, Taarabt confirma as expetativas, quando já ninguém imaginava que fosse possível.

E o jogador admite, ele mesmo, ter culpas por a sua carreira não ter chegado onde todos esperavam. Numa entevista à Four Four Two, Taarabt assume que foi por sua culpa que ele nunca chegou a clubes como Real Madrid e Barcelona, uma previsão que lhe foi dita, por exemplo, por Luka Modric.

O melhor jogador do mundo de 2018 terá dito a Taarabt, em tempos, que ele acabaria por se tornar um dos melhores do mundo. “Não gosto de dizer isto sobre mim, mas penso que se falassem com qualquer pessoa que me tenha visto quando eu era um jovem talento, muitos deles diriam que ia jogar no Real Madrid ou no Barcelona um dia.

Até o Luka Modric me disse isso uma vez, mas não aconteceu. Não só por causa dos outros, mas por minha causa”, revelou o médio marroquino, numa entrevista muito sincera.

O jogador foi muito promissor, brilhou na Premier League, mas depois, acabaria por cede ao físico. Durante algumas temporadas, terá apresentado problemas com excesso de peso, pouca dedicação e também uma vida demasiado agitada, longe dos relvados.

Tudo isso teria contribuído, para que a sua carreira nunca tivesse chegado ao patamar que se esperaria, quando era mais jovem e ídolo de muitos, incluindo Raheem Sterling, o craque do Manchester City.

“Sterling enviou-me uma mensagem há uns meses. Ouvi uma entrevista na qual ele disse que era o seu ídolo no QPR. Hoje em dia as crianças têm como ídolos Ronaldo ou Messi, mas quando ele era miúdo assistia aos meus jogos”, revelou o médio marroquino do Benfica.

Comentários

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here