Início Liga ÚLTIMA HORA: Bruno de Carvalho terá admitido que sabia dos ataques

ÚLTIMA HORA: Bruno de Carvalho terá admitido que sabia dos ataques

410
0
COMPARTILHE

À data dos factos, Bruno de Carvalho está acusado, como autor moral, de 40 crimes de ameaça agravada, de 19 de ofensa à integridade física qualificada, de 38 de sequestro, de um crime de detenção de arma proibida e de crimes que são classificados como terrorismo, não quantificados.

O processo pertence ao Tribunal de Instrução Criminal (TIC) do Barreiro, mas, por razões de logística e de instalações, a fase instrutória decorre em Lisboa, na presença de jornalistas.

Em prisão preventiva mantêm-se 36 dos 44 arguidos no processo, incluindo o líder da claque Juventude Leonina (Juve Leo), Nuno Vieira Mendes, conhecido como ‘Mustafá’, que viu em 06 de junho o Supremo Tribunal de Justiça negar-lhe uma providência de ‘habeas corpus’ (pedido de libertação imediata) e o ex-oficial de ligação aos adeptos Bruno Jacinto.

O antigo presidente da claque Juve Leo Fernando Mendes mantém-se ainda em prisão preventiva, uma vez que o juiz Carlos Delca ainda não decidiu sobre o requerimento apresentado pela procuradora Cândida Vilar, no qual pede que este arguido seja posto em liberdade, com base num problema de saúde grave.

15h10 – Bruno confirma que os elementos da claque lhe ligaram na noite de 13 para 14. Diziam que queriam “apertar” com ele (Bruno de Carvalho) e com outros jogadores.

FONTE: CM

Comentários

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here