Início Liga Adeptos ‘invadem’ tribunal do Porto e contestam c0ndenação ao FC Porto

Adeptos ‘invadem’ tribunal do Porto e contestam c0ndenação ao FC Porto

2436
0
COMPARTILHE

Cerca de 150 adeptos do FC Porto concentraram-se junto ao Palácio da Justiça, no Porto, em protesto contra a c0ndenação do clube portista no caso dos emails.

A convocatória havia sido feita por um adepto via redes sociais e, esta segunda-feira à tarde, pediu-se justiça e até houve gritos de “campeões, campeões”.

O FC Porto foi esta sexta-feira “parcialmente cond*nado” no caso dos emails do Benfica e obrigado a pagar uma indemnização de cerca de dois milhões de euros, avançou primeiro o Jornal de Notícias.

O tribunal considerou parcialmente procedente o pedido dos encarnados, que exigiam uma indemnização de cerca de 17 milhões de euros por prejuízos causados pela divulgação, no Porto Canal, de emails que envolvem altos dirigentes do Benfica, num alegado esquema de corrupção desportiva. O FC Porto já anunciou que vai recorrer da decisão, enquanto o Benfica aplaude a “exemplar” c0ndenação.

Um resumo da sentença foi lido esta manhã de sexta-feira em conferência de imprensa pelo juiz presidente do Tribunal Judicial da Comarca do Porto. José António Rodrigues da Cunha confirmou que o FC Porto, a FC Porto SAD, a FC Porto Média e o diretor de comunicação Francisco J. Marques terão que pagar um total de 523 mil euros por danos patrimoniais emergentes e 1,4 milhões de euros por danos emergentes da divulgação da correspondência, ou seja, pelas consequências que essa divulgação trouxe ao Benfica, que se viu obrigado a contratar mais funcionários e a reforçar o sistema informático.

Além do pagamento de uma indemnização, o FC Porto terá também de entregar toda a correspondência que tem em sua posse e está proibido de divulgar publicamente o seu conteúdo. Já Pinto da Costa, presidente do FC Porto, os administradores Fernando Gomes e Adelino Caldeira e o Porto Canal foram absolvidos do processo.

Em causa está a divulgação de correspondência eletrónica do Benfica por parte de Francisco J.Marques, no Porto Canal, alegando que estes emails mostravam uma tentativa do Benfica de influenciar a rede de contactos entre árbitros. A SAD do Benfica responsabiliza o FC Porto por “danos de imagem” causados pela divulgação dos e-mails, a homóloga do FC Porto, Pinto da Costa, Fernando Gomes e Adelino Caldeira e Francisco J. Marques, além da Avenida dos Aliados – Sociedade de Comunicação S.A., empresa detentora da estação televisiva Porto Canal.

Os encarnados alegam que a divulgação dos e-mails afetou a credibilidade do clube, prejudicando os seus interesses comerciais e chegando a provocar a queda de cotação das ações da SAD na bolsa.

Ao Observador, fonte oficial do Benfica acrescentou ainda que, mediante a sentença que confirma a concorrência desleal de um clube perante outro, fica por saber se a CMVM, a Federação ou a Liga irão abrir algum tipo de inquérito ou processo disciplinar ao abrigo do regulamento das competições e das sociedades cotadas em bolsa. É também de salientar que os réus c0ndenados vão recorrer da decisão para um tribunal superior.

FONTE: REDORD E OBSERVADOR

Comentários

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here