Início Champions Lucas Moura chora depois de ouvir relato do seu golo em português

Lucas Moura chora depois de ouvir relato do seu golo em português

190
0
COMPARTILHE

Lucas Moura, avançado brasileiro do Tottenham que marcou os três golos dos spurs no encontro com o Ajax, que garantiu a passagem à final da Liga dos Campeões, foi convidado a ouvir na zona mista o relato em português do terceiro e decisivo tento, não conseguindo conter as lágrimas.

O brasileiro foi o grande herói do jogo quando ninguém acreditava na qualificação da equipa de Mauricio Pochettino.

Depois da reviravolta épica do Liverpool frente ao Barcelona – os reds venceram (4-0) os catalães depois de na primeira mão terem perdido por 3-0 -, Ajax e Tottenham protagonizaram outra meia-final de loucos.

O Ajax, que estava em vantagem após ter vencido 1-0 na primeira mão, em Inglaterra, chegou a estar a ganhar por 2-0, graças aos golos de de Matthijs De Ligt, aos cinco minutos, e do marroquino Hakim Ziyech, aos 35, mas os spurs acabaram por selar a reviravolta com um hat-trick de Lucas Moura, aos 55, 59 e 90+6.

Depois de recuperarem ambos de desvantagens de três golos, Tottenham e Liverpool vão disputar a segunda final inglesa da história da Champions, depois do triunfo do Manchester United sobre o Chelsea, nos penáltis, em 2007/08.

O Liverpool soma cinco títulos, em 1976/77, 77/78, 80/81, 83/84 e 2004/2005, e três finais perdidas, em 1984/85, 2006/07 e na época passada, quando caiu por 3-1 face ao Real Madrid.

O apuramento dos «spurs» para a final da Liga dos Campeões deixou o técnico de 47 anos em lágrimas e Pochettino justificou o momento em declarações após a reviravolta frente ao Ajax.

«Ainda me custa a falar, que emoção incrível: Obrigado futebol! No último ano disse a todos que este é um grupo de heróis. A segunda parte foi incrível e este tipo de emoção só é possível no futebol e obrigado a todos os que acreditaram em nós», confessa Pochettino, que conseguiu o apuramento inédito do Tottenham para a final da Liga dos Campeões.

Sobre o motivo das lágrimas no final do jogo, o treinador argentino justificou da seguinte forma: «Aconteceram muitas coisas nos últimos tempos, mas choro por alegria e satisfação de ver os meus jogadores a dar um passo em frente e a vencer adversidades. Choro também pela minha família, que me apoia em momentos muito difíceis. Todas estas emoções vieram-me à cabeça e quando acontece uma vitória como esta torna-se difícil reprimi-las.»

Comentários

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here