Início Liga Jorge Jeuss critica defesa Rúben Dias

Jorge Jeuss critica defesa Rúben Dias

265
0
COMPARTILHE

Jorge Jesus, treinador do Sporting, disse este domingo estar completamente de acordo com uma declaração de Nuno Saraiva, diretor de comunicação do clube, na qual fez um feroz ataque a Rúben Dias, defesa-central do Benfica. “Faz corar de vergonha muitos dos sarrafeiros históricos do futebol nacional”, escreveu na rede social Facebook o funcionário leonino, que lembrou depois que, por muito menos de tudo o que o jogador da Luz fez no jogo de sábado com o Paços de Ferreira (vitória do Benfica por 3-1), “Mathieu foi expulso em Tondela”.

Uma alusão clara às faltas e ao alegado jogo duro de Rúben Dias. Foi com isto que Jesus foi confrontado. O técnico assinou por baixo. “Estou 100 por cento de acordo”, disse Jesus.

“Concordo com tudo o que seja em defesa do Sporting em assuntos nos quais a minha estrutura tenha uma opinião. Se o nosso responsável transmitiu essa ideia, com certeza que estou de acordo com ele. Só não digo totalmente porque não vi o jogo. Mas se ele viu, sabe”, afirmou. Jesus falava na conferência de imprensa de lançamento do jogo com o Moreirense, que hoje, a partir das 21h00, se realiza. Um encontro para o qual não admite outro resultado que não seja a vitória. “Cada jogo tem a sua história mas os objetivos são sempre iguais. Neste momento corremos atrás de um adversário que está à nossa frente. Só a vitória nos interessa contra uma equipa que está numa situação delicada para defender a permanência.”

O técnico reconhece que a sucessão de jogos está a deixar marcas. Mas garante que prefere este cenário. “A equipa está encantada por poder estar em todas as decisões. Vai pagando caro com situações de fadiga de jogadores, mas isso faz parte”, rematou Jorge Jesus sobre o assunto da sobrecarga. Octávio Machado ao ataque Octávio Machado respondeu este domingo, no programa ‘Golos’ da CMTV, aos comentadores que questionaram se é adepto do Sporting. Com o prémio Stromp e o emblema do Sporting de diamante na lapela, o ex-diretor do futebol leonino reagiu: “Muitos passaram pelo Sporting, mas poucos receberam estes prémios. Quando defendo o Jesus, estou a defender o trabalho do chefe da estrutura da qual fiz parte, pois quando cheguei ao Sporting não havia dinheiro para salários e depois permitiu-se ao presidente duplicar o seu ordenado.”

Por: CM

Comentários

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here